Faça seu site!
Home > Noticias > Parlamentares mineiros já admitem acabar com auxílio-moradia.

NOTICIAS

Dos 77 deputados estaduais mineiros, apenas seis optaram por não receber a benesse mensal.

15/07/2013 - 14:43:41

Parlamentares mineiros já admitem acabar com auxílio-moradia.

 

Apesar de seis terem optado individualmente por não receber o recurso mensal, deputados acreditam que a possível alteração na concessão do auxílio deve ser "conjunta".

 

O fim do pagamento iria ao encontro do clamor popular que tomou conta das ruas do país no mês passado e poderia ser mais uma das propostas moralizantes aprovadas pela Casa.

 

A pressão popular fez com que a ALMG desse início à chamada agenda positiva e aprovasse o fim do voto secreto na semana passada. Outras proposições como o fim da reeleição da Mesa Diretora também tiveram a tramitação acelerada para serem apreciadas no segundo semestre.

 

"Havendo possibilidade e consenso, não tem problema abrir mão do benefício", afirmou o deputado Almir Paraca (PT), quando questionado sobre o fato de receber o auxílio-moradia mesmo tendo apartamento em Belo Horizonte. O petista é de Paracatu e está em seu terceiro mandato não consecutivo.

 

O deputado Sávio Souza Cruz (PMDB) também levantou a hipótese de revisão do benefício. "Como está gerando muita polêmica, a Casa devia discutir isso de forma conjunta", explicou. Segundo ele, é "demagógico" abrir mão do valor de maneira individual. "A questão da remuneração é de todo o grupo", completou.

 

Batalha.

 

Mesmo com o posicionamento favorável de parlamentares, não deverá ser uma tarefa fácil acabar com o benefício no Legislativo mineiro.


Com imóveis registrados em seus nomes na capital, alguns deputados defendem a manutenção do pagamento mensal. "Estou adquirindo um apartamento em Belo Horizonte, com prestações a perder de vista. O auxílio é muito importante para mim", argumentou o deputado Lafayette Andrada (PSDB). A declaração de bens do tucano feita ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela, no entanto, que ele é dono de dois apartamentos na capital.

A discussão sobre a suspensão do benefício mensal precisa ainda ser disseminada na ALMG. Alguns parlamentares admitem que não pensaram sobre a hipótese. "Não cheguei a analisar essa questão", disse o deputado Sebastião Costa (PPS).

 

Foto: Lia Priscila

Fonte: O tempo

COMPARTILHE

COMENTE

Top 10 Mundo Mix

Notícias

Vídeos