Faça seu site!
Home > Noticias > Hospital Regional passará a atender casos de urgência.

NOTICIAS

Por causa de crise, Santa Casa deixará de ser referência

29/06/2014 - 04:54:45

Hospital Regional passará a atender casos de urgência.

A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, deixará de ser a referência para casos de urgência e emergência para 51 municípios da macrorregião Centro-Sul de Minas. Em crise financeira, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a instituição não comporta a média de atendimentos diários, que chega a 300 adultos e 70 crianças e gestantes. Em reunião realizada com o governo do Estado, nessa quinta, ficou decidido que o serviço será transferido, em 90 dias, para o Hospital Regional Dr José Américo.

 

Também localizado em Barbacena, o Regional é ligado à Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), já responsável por uma rede de atendimento que inclui, por exemplo, o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na capital. "Queremos ampliar e fortalecer a porta de entrada da macrorregião Centro-Sul, e o local escolhido tem um espaço mais favorável para essa melhoria", afirmou o subsecretário de Estado de Políticas e Ações de Saúde, Tiago Lucas da Cunha Silva.

 

Segundo ele, a transferência será feita de forma gradativa até setembro. A Santa Casa ficará apenas com urgência e emergência materno-infantil. Já o pronto-atendimento adulto, que envolve casos como de politraumatismo e infartos, passará para o Hospital Regional. A promessa é levar para a nova unidade todas as especialidades já presentes na Santa Casa, como clínica geral, ortopedia, neurologia e neurocirurgia.

 

O secretário Municipal de Saúde, José Orleans da Costa, informou que a mudança é necessária por conta da crise financeira que atinge todas as Santas Casas do país. "A instituição tem dificuldade de manter um pronto-socorro de qualidade com o dinheiro que recebe", disse.

 

 

Obras

 

Leitos. Atualmente, o Hospital Regional tem 71 leitos. Até setembro, espera-se chegar a 91 e, com as obras que serão feitas, a meta é ter 250 vagas de internação no local daqui a um ano e meio.

 

Recursos. Convênio firmado pelo governo prevê a liberação de R$ 17 milhões para obras e estrutura.

 

Ampliação. O hospital terá expansão de 4.100 m², o que inclui, por exemplo, quatro salas de cirurgia, nove leitos de indução/recuperação pós-anestésico, 30 leitos de Unidade de Decisão Clínica (UDC) adulto e cem leitos de clínica cirúrgica.

 

 

Foto: internet

 

 

Fonte: o tempo

COMPARTILHE

COMENTE

Top 10 Mundo Mix

Notícias

Vídeos