Faça seu site!
Home > Noticias > Frei Tiburcio comenta sobre o câncer

NOTICIAS

Frei Tiburcio comenta sobre o câncer

18/10/2014 - 03:51:46

Frei Tiburcio comenta sobre o câncer

Na lanterna


Errou feio Antônio, o Alcaide, que teria achado que com a máquina da PMB, elegeria o pai e seus dois manos. Por pouco, muito pouco mesmo, o pai Bonifácio e o mano Lafayette não foram eleitos, pois ficaram em último lugar e o mano M. Tatu obteve votação pífia.

 

Tatu


A estratégia da família de alardear por aí que o Tatu estaria "correndo por fora" não colou, pois há quem diga que tudo foi combinado por "baixo dos panos", para que a militância atuasse com desenvoltura para eleger dois estaduais. Mas deu no que deu...

 

Musa eleitoral


Dizem que não necessitaram dos adversários para serem derrotados o Aécio, o Pimenta e o Anastasia, pois o birô do PSDB fez o serviço melhor do que faria a aguerrida militância petista. Daí a chefe Maninha Pé Frio ter sido eleita pela segunda vez a "Musa pró PT/PMDB", já que em 2010 chefiou pessoalmente a fragorosa derrota do Papai que teve que se virar como suplente.

 

Em alta


Quem está em alta mesmo é a "estrela solitária" Kikito, que lançou na cidade a candidatura do deputado campeão de votos em Minas, Reginaldo Lopes. O petista importado de São João Del Rei, que aqui ficou em segundo lugar, foi mais votado do que o candidato da terra Ronaldo Braga.

 

Em baixa I


Por falar nisso, as coisas vão de mal a pior para o PMDB. Em franca decadência eleitoral, o edil presidente do partido e candidato a deputado federal Ronaldo Braga recebeu dos barbacenenses menos da metade dos votos que obteve quando candidatou-se em 2010.

 

Em baixa II


Também descendo a ladeira os edis Amarílio, Vaninha e Tererê, que lançaram na cidade a megacandidatura do Luiz Fernando, o importado de Santos Dumont. A decadência da performance do político sandumonense em BQ é notória se comparada com 2010, quando Pedrinho do Vale, o garoto do Ipanema, amealhou muito mais votos para o deputado federal eleito.

 

Câncer


A política em Barbacena desmente a máxima que diz que "o mineiro só é solidário no câncer". Prova disso é que os dois hospitais que pretendem cuidar da patologia na cidade têm claras preferências partidárias. Um é do PT e não esconde isso de ninguém, o outro era do PSDB e agora migrou para o PP. O que ambos têm em comum é fome de dinheiro público para seus projetos. Oremus.

 

Piada


Mais uma abobrinha que o secretário Zé Augusto disse em seu programinha de rádio, virou motivo de piada. Ele anunciou que "tirou férias" do governo e foi para BH se dedicar à campanha do Aécio, que é coordenada pelo seu guru Anestesia. Vai acrescentar muita coisa...

 

Novos petistas


Nunca antes na história de Barbacena uma candidatura presidencial do PT teve tanta gente se intitulado "coordenador". Depois da vitória de Pimentel, até o número de carros de companheiros com adesivo da Dilma aumentou sensivelmente...

 

Minorias


Com a extinção de algumas pastas municipais, a Prefeitura de Barbacena não tem agora nenhum setor oficial para cuidar das causas GLBT, quilombolas, afrodescendência, juventude e outras que vão prevalecer no virtual próximo governo Dilma.

 

Companheirada


Conforme este abade já antecipou, a disputa pelos cargos estaduais na cidade aumenta dia a dia. Confira como está o atual quadro de disputas: UEMG: Magda ou Eric Chocolate; Fhemig: Dr. Patrus ou Luiz Eduardo; Delegacia de Ensino: Dimas Soares ou Olívia Zoronga; Regional de Saúde: Dr. Gabriel, Edson Resende ou Dezinha Lima; Manicômio: Danuza, promotor Zé Maria ou Beto Alfaiate. Estão na fila de espera: Marcelo Gonçalves, Guilver Star, Júnior da Rádio e outros membros da república bolivariana barbacenense.

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal de Sabado

COMPARTILHE

COMENTE

Top 10 Mundo Mix

Notícias

Vídeos